O Ódio no Brasil | Leandro Karnal (palestra na íntegra)

O que na história e no cotidiano do Brasil nos leva ao ódio e à violência? É possível sempre “amar o povo” (entendido como uma “multidão”), mesmo sendo invasivo, grosseiro, violento em suas manifestações históricas? Índio, negro e europeu: a “alma brasileira” detesta a si mesma? Apenas a fome leva o homem ao gosto pelo mal?

[vimeo]http://vimeo.com/29536632[/vimeo]

Com Leandro Karnal.

Palestra da série As Razões do Ódio, de Luiz Felipe Pondé.

Gravada no dia 23 de setembro de 2011 em Campinas.

56 Responses to O Ódio no Brasil | Leandro Karnal (palestra na íntegra)

  1. SOLANGE MEINKING 15 de julho de 2013 at 16:49 #

    Assiti no domingo na Tv Culura e estou aqui para assisti-lo novamente. Ele fala com muita propriedade. Como psicanalista que sou vejo e vivencio o odio todos os dias. Mascarados como disse Karnal, ninguem quer assumir que sente odio, mas ele ali esta bem vivo dentro de cada ser.
    abracos,

    Solange Meinking
    Psicanalista

  2. Ronaldo Peres 15 de julho de 2013 at 17:48 #

    Um palestra-aula para ser degustada durante a vida a toda. Obrigado por compartilhar suas ideias

  3. Cristiano Lima 16 de julho de 2013 at 11:43 #

    Assisti-a dia 14-2013, achei fantástica! Como primatólogo, fico vislumbrando quanto desses assuntos debatidos pela filosofia têm correspondência com a biologia. Por ex: o Karnal fala que ódio unifica o grupo; e na biologia, encontramos em diversas ocasiões o porquê disso acontecer. p.ex: a formação de coalizões em primatas contra ‘inimigo comum’ unifica até ‘machos alfas e subordinados inimigos’! Podemos ver correspondência ainda do “ódio ao outro” como uma questão de “defesa do patrimônio genético” que algumas espécies exibem, caso da competição espermática! Talvez essa correspondência derive do fato que a filosofia, além de tudo, é o estudo do ser humano e este – um primata. Isso pode explicar o porquê (como biólogo) consigo enxergar tais correspondências entre bio e filosofia. Vale lembrar que a nossa modernização, urbanização e “religiosação” tende a nos afastar de nossa verdadeira essência – de que somos animais, primatas e macacos e ainda, de que obedecemos os mesmos princípios que regem todos seres vivos. É uma realidade o fato de que seres humanos ignoram isso e de forma irônica, também ignoram o ódio que sentem e tem dentro de sí – o que é reiterado por Karnal em quase toda sua excelente palestra. em resumo, tanto o ódio como a nossa verdadeira biologia (essêncialmente macacos) é ignorado por nós mesmos! E será que esses dois fatos teriam ligação entre sí?
    Quem quiser, sugiro um vídeo no youtube chamado “Dance Monkeys, dance!

    Grato
    Kiko

  4. ederson bernardo 16 de julho de 2013 at 22:04 #

    Muito boa esta palestra. Estamos vivendo um momento de manifestação de verdades, com muito ódio e indignação. Só que as pessoas não reconhecem isto.
    Como estudante de Literatura esta palestra agrega valores para minha formação acadêmica.
    obrigado

  5. José Guedes de Moraes 4 de novembro de 2013 at 16:08 #

    Sintese de genialidade e lucidez! Brilhante!

  6. José Guedes de Moraes 4 de novembro de 2013 at 16:09 #

    Brilhante!